Karol Conká, Tássia Reis, Carol Mattos e WME estão entre as atrações do incrível MecaInhotim 2017

karol-conka
Compartilhe

WME no MECAInhotim: papo sobre o poder transformador da música


Imagina assistir a shows maravilhosos, participar de talks instigantes, aprender coisas novas e legais em workshops e no meio disso tudo dar um mergulho num vastíssimo acervo de arte contemporânea produzida por alguns dos artistas mais renomados do planeta? Se essa ideia acendeu uma lâmpada na sua cabeça, faça como a gente aqui do Women’s Music Event e venha neste fim de semana (7 a 9) para o MecaInhotim. 

meca

O evento, que combina shows, palestras, workshops e performances, fará sua segunda edição no maior museu a céu aberto da América Latina, o estonteante Instituto Inhotim, que reúne, além de uma paisagem de tirar o fôlego tanto de gringos quanto de brasileiros, obras de artistas como Tunga, Cildo Meireles, Chris Burden, Yayoi Kusama, Matthew Barney, Hélio Oiticica… a lista é imensa e cheia de estrelas do mundo das artes. 

O Women’s Music Event foi convidado para integrar a programação de talks do MecaInhotim 2017, ao lado de empreendedores como João Cavalcanti, cofundador da BOX 1824, Barbara Soalheiro, idealizadora da consultoria Mesa & Cadeira, Gabriel Klein (Vice Brasil) e Lourenço Bustani (Mandalah), entre outros.

Claudia Assef e Monique Dardenne do WME

Claudia Assef e Monique Dardenne: no MECAInhotim para falar da experiência transformadora do WME 

Iremos levar ao MECAInhotim um pouco do que foi a experiência transformadora do Women’s Music Event 2017, que em março deste ano reuniu cerca de 100 mulheres do mais diversos universos da indústria da música em dois dias de debates, workshops, shows e festas. 

WME 2017 AFTERMOVIE

O talk do WME enfocará a música como forma de quebrar paradigmas já tão sedimentados nas nossas cabeças e destruir a ideias pré-concebidas sobre o papel da mulher na indústria musical. Nos dois dias da primeira edição do WME, CEOs de empresas, rappers, roadies, técnicas de som, cantoras pop e DJs não precisaram de legendas para entender a importância do protagonismo de cada uma delas nesse cenário. Mesmo com backgrounds tão diferentes, a música foi capaz de unir, de conectar e, claro, empoderar. 

Além dos altos papos e das obras de arte, quem for ao MECAInhotim também terá acesso a um bocado de shows incríveis. Começando pelos headliners: estão convocados Jorge Benjor, ícone de uma geração e um dos maiores artistas da música brasileira, Karol Conka, um dos principais nomes da nova cena musical nacional, e a rapper Tássia Reis, que já passou pelo nosso WME Sessions. Além deles, dois DJs de muito peso foram escalados para tocar no festival: Joakim (França), velho conhecido do Brasil, e Pional (Espanha), um dos DJ mais criativos a investir num som progressivo, ao lado do parceiro John Talabot.

Entre os shows ainda vão rolar as bandas Ventre, Terno Rei, MOONS, Lumen Craft, além da cantora Lia Paris. Nas day parties, DJs como Lucio Ribeiro, Guga Roselli, Carol Mattos, Belisa, Juliana Baldi, Filipe Raposo, Larissa Busch, entre outros, prometem nos fazer dançar.

Carol Mattos é uma das atrações imperdíveis das Day Parties do MECAInhotim

Carol Mattos é uma das atrações imperdíveis das Day Parties do MECAInhotim

Reconhecido radar da cena cultural global, ao longo dos seus sete anos de história, o MECA já trouxe ao Brasil bandas como AlunaGeorge, Charlie XCX e Two Door Cinema Club, entre outras, ao lado de nomes nacionais como Caetano Veloso, Liniker, Jaloo e Mahmundi.

Com uma duração maior, o MECAInhotim 2017 se estenderá por três dias, um a mais do que no ano passado. Um dos objetivos dessa edição é proporcionar ao público a experiência Inhotim, vivenciada nos acervos artístico, botânico e histórico-cultural. Mal podemos esperar!

Inhotim: beleza natural de tirar o fôlego somada a obras de arte impressionantes

Inhotim: beleza natural de tirar o fôlego somada a obras de arte impressionantes

Aberto ao público em 2006, o Inhotim é um espaço que combina, de forma única, arte contemporânea, jardim botânico e desenvolvimento humano. Localizado em Brumadinho, a 60 km de Belo Horizonte, o Instituto é um ambiente inovador e criativo que convida os visitantes a se relacionarem com o mundo de forma mais sustentável, consciente e transformadora. Atualmente o acervo de arte contemporânea do Inhotim possui cerca de 1.300 obras, 700 delas em exposição. Os trabalhos são de 265 artistas, sendo 75 brasileiros e 190 estrangeiros. Já o Jardim Botânico é composto por aproximadamente 4,5 mil espécies. Se estava faltando aquela empurrãozinho pra finalmente ir conhecer (ou voltar) ao instituto, o MECAInhotim surge como uma desculpa perfeita.

Os ingressos variam de R$ 40 (ingresso inteira, para a sexta à noite) a R$ 390 (passaporte inteira antecipado para os três dias) e estão à venda no site do MECA.

MECAInhotim
07, 08 e 09 de julho (sexta, sábado e domingo)
Endereço: Instituto Inhotim – Rua B, 20 – Centro, Brumadinho (MG)
Site: www.meca.love

Conteúdo Relacionado

videos e destaques